Resenha: As Vantagens de ser invisível

Olá leitores, tudo bom? A resenha de hoje é uma grande decepção para mim. Comprei o livro As Vantagens de ser Invisível toda empolgada por nunca ter lido uma resenha negativa. E acabou que a minha vai ser a primeira negativa que eu vejo. 
Todos que eu conheço que já leram este livro me disseram que era ótimo, eu particularmente não achei nada demais, Achei uma leitura meio cansativa, onde só fala de sexo e mais sexo. O livro inteiro é dividido em três partes e são cartas que personagem escreve para um amigo em anônimo sobre o que está acontecendo com ele.
Estou desapontada por ter comprado um livro com tanta vontade de ler, para no final você não gostar.
E olha que todo livro que eu leio se torna meu favorito. Menos este.
Aconselho à todos a ler este livro. Gosto de ver opiniões diferentes. Pode ser que eu não tenha gostado, mas pode se tornar o seu livro favorito. Então, leia e diga o que achou. 
Leia a sinopse que eu vou deixar aqui no final e leia quando der. Espero que você goste, porque comigo não prendeu minha atenção.


"Eu me sinto infinito"

"A gente aceita o amor que merece"


Sinopse - As Vantagens de Ser Invisível - Stephen Chbosky

Elogiado pela crítica e adorado pelos leitores, As vantagens de ser invisível que foi adaptado para os cinemas com Emma Watson, a Hermione de Harry Potter, e Logan Lerman, de Percy Jackson, no elenco acaba de ganhar nova reimpressão pela Rocco. Livro de estreia do roteirista Stephen Chbosky, o romance, que vendeu mais de 700 mil exemplares nos EUA desde o lançamento, está de volta ao topo do ranking do The New York Times impulsionado pela adaptação para a telona.

Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, As vantagens de ser invisível reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.

As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir infinito ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário.

Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo.


Espero que tenham gostado. E se você leu e gostou, me diga o que achou. Um grande beijo e até a próxima!

4 comentários:

  1. Nunca li o livro, mass amo o filme!
    Beeijos!
    http://oblogdatatii.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Espero gostar do filme pelo menos rs

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?!
    Eu estava pesquisando se havia resenhas negativas sobre esse livro já que eu também não gostei dele. E concordei com o que você escreveu no início. Ainda não compreendo o que as pessoas viram demais nesse livro. Já o filme é um pouco melhor.
    Beijos!
    asassecretas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?!
    Eu estava pesquisando se havia resenhas negativas sobre esse livro já que eu também não gostei dele. E concordei com o que você escreveu no início. Ainda não compreendo o que as pessoas viram demais nesse livro. Já o filme é um pouco melhor.
    Beijos!
    asassecretas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo