Resenha: A Menina que não sabia ler Vol.2

Olá leitores, voltei.. e dessa vez trouxe a resenha de um livro que não gostei. Mas como cada um tem sua opinião, deixarei aqui  a minha e espero poder ler a de cada um.


A menina que não sabia ler Vol. 2 diferente do que imaginei, não relata o que ocorre a Florence depois que ela pega o trem no final do Vol. 1. Começa relatando a vida de um homem que carrega um tremendo mistério. Durante sua viagem de trem, algo extremamente impossível acontece livrando-o de seu destino. Dando-lhe a chance de recomeçar.

"Um acidente de trem.
Uma identidade trocada."

Assim que chegou na Ilha, Dr. Shepherd foi levado para seu novo aposento por uma mulher de cara nada amigável que informou que em breve seria atendido pelo Dr. Morgan, o chefe daquele hospital. Assim que foi deixado só, Shepherd olhou pela janela o local no qual se metera, uma ilha... não uma qualquer, uma ilha que funcionava como uma clínica psiquiátrica exclusivamente para mulheres.



Morgan é um homem baixinho, que gosta de manter todo seu negócio em ordem e em plena calma. Mesmo que as vezes as internas não permitam a calma reinar pelo hospital. Ao contratar o dr.Shepherd para o cargo, eles entram em um pequeno conflito sobre o modo como Morgan trata as internas. Shepherd tem uma teoria que a calma, o amor, poderá trazer a sanidade aquelas mulheres. O Tratamento Moral ao qual Shepherd queria dar a elas era negado por Morgan, até que um dia ele concede que ao dr. Shepherd pegue uma das internas como cobaia e teste suas teoria. O modo desafiador de Morgan deu a Shepherd mais vontade de conseguir uma das internas para provar que o tratamento daria certo. O que Shepherd não sabia, era que Morgan tratava  uma interna em especial desse modo, mas nada adiantara. Isso o frustou a ponto de tratar as outras com tamanha brutalidade.

Shepherd mantinha um segredo muito grande escondido de todos naquele hospital, sua vontade em salvar alguma paciente de sua insanidade dava-se por seus pecados, ele queria se redimir. Nada melhor do que salvar uma vida, não é?! A primeira interna que ele vai usar de cobaia para seu experimento, é uma jovem pálida de cabelos escuros, que não lembra nem seu nome. A única coisa que essa jovem se lembra é que ela é impermitida a aprender a ler.


Shepherd acha que sua vida poderá se estabilizar enquanto ele está ali, até que um dia ele recebe uma correspondência, de uma moça a qual ele nunca ouviu falar, mas que diz ser sua noiva. Para tentar tranquilizar-se ele manda uma carta para ela, esperando que ela não responda. Acontece que ele precisa por um fim a isso, não poderá continuar com isso ou será descoberto.
Sua vontade em deixar seu velho eu falar começa a perturbar-lhe a mente. Ele não pode, irão encontra-lo e será desmascarado. O que Shepherd fará para salvar sua pele?

Jane Pomba, é uma menina que não sabe como e por quê foi parar na ilha. Mais esperta do que muita atendente que trabalha naquele hospital, Jane torna-se a cobaia de um certo doutor. No começo do tratamento ela tem seu quarto modificado, seus horário, não precisará ficar com as outras internas. Mas de todos os benefícios que ele dá a ela, o que ela mais gosta- e onde mais fica- é na biblioteca. Mesmo que não saiba ler, Jane passa suas manhãs na biblioteca inventando histórias para as figuras que ela vê nos livros. Um dia, ela está a procura do dr. Shepherd e vai até seu quarto. Jane nota a existência de um livro em cima da cômoda, ao mexer nele ela descobre um recorte de jornal, nesse recorte contém o segredo de um homem. Ao sair do quarto, ela se depara com o doutor e diz que estava a sua procura..

Com o fim antecipado do inverno, Shepherd precisa sair da ilha urgente. Quando a neve derretesse, um corpo seria revelado e sua  identidade estaria revelada junto. Ele precisava de um plano.
Ele estava determinado a tirar Jane Pomba da Ilha, confiante de que ela não lera aquele recorte-afinal, ela não sabia ler- ele precisava tirá-la de lá. Correndo contra o derretimento da neve, Shepherd usou o segredo de Morgan para fugir da ilha. Ele descobriu o segredo-a amada- de Morgan por um leve descuido de O'Reilly- enfermeira chefe, que cuidava do segredo de Morgan.

   
 A menina que não sabia ler, no meu ponto de vista, teria tudo para ser um dos melhores livros, mas, ambos os volumes tiveram um final parcialmente inconclusivo. O primeiro volume termina com a fuga da Jovem Florence, sendo que ele continha um mistério gigantesco, que não fora revelado, esperei poder ter a revelação no segundo volume, mas me deparei com uma história totalmente diferente. O segundo volume não veio muito atrás do volume 1, rodeado de mistérios, para descobrir uma parte do quebra cabeça do primeiro volume você tem que se atentar muito para os pequeníssimos detalhes.

 Não se pode dizer que o livro é ruim, mas poderia ser muito melhor se todos os mistérios fossem resolvidos.
Tenham uma boa noite!
Classificação: 3/4

 E aí, o que achou? Dará uma chance ao livro? Deixe seu comentário! 
Beijos, Amanda. ❤️

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.