Resenha: O guardião

Olá leitores, como estão? Espero que bem rs.. Tem tempo que não posto no blog, mas acontece que os estudos atolam um pouco minha cabeça, e como estou cheia de histórias para contar a vocês, tirei o dia de hoje para escrever sobre cada uma delas. Mas começarei com um livro da Arqueiro, que relata uma belíssima história de superação, amor, destino, proteção e uma jogada diferente do estilo que muitos não estão acostumados do escritor Nicholas Sparks.




Quarenta dias após a morte de seu marido, Julie Barenson recebe uma encomenda deixada por ele. Dentro da caixa, encontra um filhote de cachorro dinamarquês e um bilhete no qual Jim promete que sempre cuidará dela.

Quatro anos mais tarde, Julie já não pode depender apenas da companhia do fiel Singer,o filhotinho que se tornou um cachorro enorme e estabanado.

Depois de tanto sofrimento, ela enfim está pronta para voltar a amar, mas seus primeiros encontros não são nada promissores. Até que surge Richard Franklin, um belo e sofisticado engenheiro que a trata como uma rainha.

Julie está animada como havia tempo não se sentia, mas, por alguma razão, não consegue compartilhar isso com Mike Harris, seu melhor amigo. Ele, por sua vez, é incapaz de esconder o ciúme que sente dela.

Quando percebe que seu desconforto diante de Mike é causado por um sentimento mais forte que amizade, Julie se vê dividida entre esses dois homens. Ela em que tomar uma decisão. Só não pode imaginar que, em vez de lhe trazer felicidade, essa escolha colocará sua vida em perigo.

O guardião contém tudo o que os leitores espera de um romance de Nicholas Sparks,mas dessa vez ele se reinventa e acrescenta um novo ingrediente à trama: páginas e mais páginas de muito suspense.


Julie Barenson- Após perder seu marido Julie contava apenas com a proteção de seu cão, o último presente de seu falecido companheiro, é a tentativa dele de lhe dizer que ela sempre estará protegida.
Ela se fechou para os amores, para as paqueras, dedicava-se apenas ao trabalho como cabeleireira e ao seu fiel amigo, Singer-o cão. Com o passar do tempo, ela se permite conhecer outros homens, no entanto, Singer não fica contente com a decisão de sua dona. Desde que ganhou seu cão, ele nunca a deixou, nunca deixou de se importar e protegê-la.
Com um encontro mais frustrado que outro, a cabeleireira começa a desanimar. 

Mike e Henry são irmãos e amigos do falecido marido de Julie. Henry é casado e tem filhos, por outro lado Mike está solteiro. Depois da morte de Jim, Mike se aproximou de Julie e tornou-se um grande amigo, mas, surge algo mais que amizade entre os dois, porém, ambos insistem em ignorar o que está óbvio. 

Richard Flankin é um engenheiro que se apaixona por Julie após ter seu cabelo cortado no salão que a moça trabalha. Ele a convida para um divertido encontro, e ela decide dá uma chance ao rapaz. Acontece que seu cão não se dava bem com Richard, e sempre o atacava quando ele ia deixá-la em casa, ou quando passava por lá. 
Ele fazia de tudo para que ela se sentisse bem, fazendo de tudo para agradá-la, presenteando-a sempre, e isso tornou o relacionamento em algo exaustivo para Julie. Após receber de Richard um medalhão de presente, o relacionamento dos dois sofre grandes mudanças, pois ele se chateia com a decisão dela de não usá-lo durante o trabalho.

Enquanto isso, Mike segura seus sentimentos por Julie no intimo de sua alma, o rapaz tem medo de que se declarando para ela, tudo entre eles acabe. Apaixonado ou não, ele começa a desconfiar das atitudes estranhas de Richard, mas teme em comentar com ela, pois ela poderá dizer que é ciúmes. 

Julie decide terminar seu relacionamento sufocante com Richard, pois percebe que não sente nada por ele. A moça então resolve dar uma chance ao seu amigo, pois sabe de seus sentimentos por ela, e de sua falta de coragem também. 
Revoltado por ter sido rejeitado Richard começa a perturbar a vida de Julie, mantendo-se sempre por perto da jovem, ligando nas madrugadas, atrapalhando seu mais novo relacionamento, e sempre fazendo "rondas" por sua casa madrugada a fora. 

***

Esse com certeza é um dos livros mais diferentes de Sparks, pois ele trabalha com um Killer, muito diferente de seus outros livros. No começo, a leitura não atrai muito, é uma coisa clichê de todos seus livros, mas, quando o clímax vai se aproximando nota-se uma mudança, uma narração mais aflita, mais quente, uma narrativa incomum em seus livros. 
Uma das perguntas que se passou pela minha cabeça, e tenho certeza que passará na cabeça de quem ler esse livro é o destino de Julie e Mike.. será que eles ficarão juntos?; É estranho Richard fazer a cabeça da polícia e sair em pune, ou será que a policia descobrirá sua real identidade e o prenderá?
Como ficará Singer?
Bom, posso afirmar que minhas respostas foram respondidas.. rs.


Classificação: 3/5
-Amanda

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.