Resenha: Uma Carta de Amor

Olá leitores, tudo bem?  Contarei a vocês hoje sobre mais uma história emocionante e apaixonante de Nicholas Sparks. Vamos lá....

***

Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém.

Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro.

Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim:"Minha adorada Catherine, sinto sua falta,querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos."

Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas "Garret". Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theressa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte.

Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garret chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também. 

Unidos pelo o acaso, Theresa e Garret estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.


Theresa Osborne uma jornalista que residia em Boston, divorciada e com um filho pré-adolescente, o que assustou muito dos homens com que ela tentou ter um relacionamento. Até o último dizer que não queria uma mulher com filho.
Sabendo da pressão que sua vida estava sua chefe resolveu dar a ela um tempo de férias, aproveitando também que Kevin estaria com David, seu pai.
Ao chegar a Cape Cod, onde ficaria com Deanna e seu marido, amigos dela, Theresa foi fazer sua caminha matinal e encontrou algo que fez com que seus olhos marejassem.

Minha adorada Catherine, Sinto sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especificamente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é da nossa vida juntos. Quase posso sentir você ao meu lado  enquanto escrevo essa carta, assim como o perfume de flores silvestres que sempre me faz lembrar você.
[...]
 E com o coração partido eu a vi desaparecer aos poucos. Esforcei-me para recordar tudo daquele momento, tudo de você. [...]Garret
Ao chegar em casa, Deanna percebe que Theresa estava chorando, e ambas conversam sobre a carta, e Deanna diz que ela deveria publicar a carta em sua coluna da semana. Sem dar os nomes das supostas pessoas, afinal, as pessoas precisavam de uma injeção de amor e nada mais amoroso do que aquela carta. O amor fluía em cada palavra escrita por aquele homem, um eterno apaixonado.
Convencida por sua amiga, Theresa publicou a carta.

Passado uns dias, Theresa recebeu um telefonema de uma mulher alegando ter uma carta de Garret para Catherine, para ter certeza disso, ela pede que esta pessoa lhe mande uma cópia; Depois dessa carta aparecer, Theresa faz umas buscas e descobre que um professor possuía também uma carta de Garret.
 No fim, ela possuía 3 cartas de. Apaixonada pelas cartas, talvez até pelo próprio Garret, Theresa decide viajar e ir a procura dele.
***

Garret Blake é um professor de mergulho e dono de uma loja, onde passa a maior parte do tempo evitando voltar para casa e para os pensamentos que lhe pesam a mente.
Havia perdido sua mulher há 3 anos, e tentava se reconfortar com os afazeres da vida e com a ajuda de seu pai, que também já tinha perdido sua esposa, e ninguém melhor que ele para entender a dor do filho.
Nos dias que a saudade era sufocante, ele escrevia cartas para sua amada e jogava-as ao mar.


O encontro de Blake e Theresa foi algo 'calculado' por ela, embora sua intenção principal fosse fazer uma matéria sobre suas cartas, não foi bem isso que aconteceu. Ela acabou se interessando por aquele pessoa distante e descontraída que existia dentro dele. 
Uma das coisas, além das cartas, que chamou sua atenção foi o barco que ele e Catherine reconstruíram e deram o nome de Happenstance, um veleiro de madeira.

Construído em 1934- Restaurado em 1991

Tiveram uma noite muito agradável a bordo do Happentance, ambos falando das coisas que gostavam, Theresa lhe contou de seu filho, mas em momento algum ele comentou sobre Catherine ou as cartas e ela, em momento algum, contou sobre ter lido 3 de suas cartas destinadas a sua esposa.



A história de Theresa e Garret é narrada ora por ele, ora por ela, e ambos vão criando uma afinidade durante o período que ela passa na cidade dele e, óbvio, o período que Kevin está com o pai na Califórnia. A afinidade que é criada enrte Kevin e Blake comove Theresa, e por um tempo, eles até parecem uma família.. Porém, o romance que é traçado por eles sofre uma terrível reviravolta.

***
Uma Carta de Amor tem um final muito triste e uma história encantadora. Um amor duradouro que permanece até a morte, e um outro que surge para mostrar que recomeçar é preciso e possível. 


Espero que vocês gostem e se já leram, compartilhe sua opinião.
-Amanda
Classificação: 3/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo