{Resenha} Outros Jeitos de Usar a Boca - Rupi Kaur


Olá queridos leitores, tudo bom? Como andam as leituras de vocês? Leram muito até o momento? Porque eu, nem tanto (como sempre). Estou na minha primeira leitura do mês de Abril ainda e parece que não vou terminar essa semana pelo tanto de matéria que ainda tenho para estudar para as provas da faculdade. Pretendo me adiantar e conseguir ler cinco pelo menos neste mês (Deus me ajude!). Amo TBR mas quem disse que consigo cumpri-lá? Espero não estar sozinha nessa 😂

Acredito que muitos de vocês já tenham ouvido falar e adicionado esse livro na lista de desejados, e eu estou aqui para dizer com todas as letras: L-E-I-A-M!. Principalmente para as mulheres. Leiam, sintam, vivam, desfrutem, se encantem. Um livro extremamente cativante e de uma beleza exuberante. Sem contar essa capa, né gente? Eu não via a hora de poder tirar essa foto... Tenho certeza vocês também irão querer. 

Agora, pare o que você está fazendo e vem conferir tudo desse livro maravilhoso da Rupi Kaur!

Editora: Planeta Brasil
Páginas: 208
Classificação: ✯✯✯✯ (4/5)
Sinopse: 'outros jeitos de usar a boca' é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar a boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles. Publicado inicialmente de forma independente por Rupi Kaur, poeta, artista plástica e performer canadense nascida na Índia – e que também assina as ilustrações presentes neste volume –, o livro se tornou o maior fenômeno do gênero nos últimos anos nos Estados Unidos, com mais de 1 milhão de exemplares vendidos.
Gênero: Literatura Estrangeira / Poemas, poesias

***

   Minha segunda leitura foi um daqueles livros que apenas sentimos tudo e não conseguimos dizer mais nada. Ele foi meu presente de aniversário e, a cada página era uma dor, uma ferida aberta, uma cicatriz, um hematoma e uma cura diferente. Rupi consegue mexer com seus sentimentos mais ocultos e que por mais que você pense que se esqueceu, ela lhe traz á memória aquilo que um dia te destruiu, e hoje, te tornou a pessoa forte que você é.
   
   Há muito tempo, não leio um livro desse patamar. Um livro que já te lê apenas pelo título e te envolve com sua poesia e abraça com sua compreensão. Pois Rupi transmite o seu abraço com suas palavras. Ela abraça o leitor a cada virada de páginas, proporcionando-o o sentimento de tê-la como uma amiga íntima na adolescência e que escreveu sobre sua vida. 

   Rupi construiu sua obra em quatro partes: A Dor, O Amor, A Ruptura e A Cura. E em todas, podemos perceber o medo e toda dor trilhando seu caminho de cura e libertação. De forma simples e ao mesmo tempo brutal, são abordados temas difíceis de serem digeridos e, de certa forma, pouco falados entre conhecidos, o que faz do livro, seu companheiro mais íntimo, onde você encontra seus segredos, desejos e sonhos, assim, totalmente expostos em sua frente de forma que você não imagina.

  Em  'A Dor', primeira parte do livro, somos apresentados para os sentimentos mais sujos, humilhantes. Do abuso sexual á famílias desestruturadas, do abandono ao medo. Acredito que seja a parte mais difícil de se ler/engolir por expressar tais assuntos tão direto, vomitando as palavras.

  Já em 'O Amor' e 'A Ruptura', tratam tanto do início quanto do final de um relacionamento. Falam do amor, do ciúme, da dor, da perda, da saudade, da tristeza, do choro. Chegando ao ponto que seja necessário se permitir 'A Cura', última parte do livro e a mais bela. O empoderamento aqui é exposto, é lido, é lindo. 

   Outros Jeitos de Usar a Boca é um leitura prazerosa que nos coloca frente a frente ás dificuldades enfrentadas pelas mulheres do século XXI, refletindo nas ilustrações toda a sensibilidade que tornam a leitura completamente significativa.
   
Esse livro se tornou minha releitura obrigatória durante toda a minha vida, e a partir de agora, não posso deixar de ler nada dessa autora. Tenho certeza que ao lerem, vocês também pensaram assim.




Por fim, gostaria de conhecer a opinião de vocês. Deixem seus comentários ou dúvidas sobre o livro, sobre o que vocês acharam e se concordam ou não comigo! A participação de cada um de vocês é muito importante e muito bem-vinda!

Além disso, compartilhem com todos os seus amigos leitores, e vamos crescer nossa roda de leitura virtual aqui neste espaço criado especialmente para vocês. 

E não se esqueça de SEGUIR O BLOG e nosso Instagram @LEITORESESUASMANIAS

3 comentários:

  1. Confesso sou fraca com leituras,mas esse livro me chamou atenção pela capa,como um que vi chamado "Morri para viver" de Andressa Urac , meu Deus,foi sério se me deixassem teria terminado em pouco menos de 3 horas,mas li em 2 dias,a capa me chama muito atenção,mas parece que eu n consigo me "entrosar" com livros que não falem de temas tipo atuais sabe,rs ,fiquei louca pra ver esse.
    http://dyandrainfluencer.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Um dos livros que mais repercutiram no ano passado. Amei a sinopse e seu Blog em GERAL. É tudo muito lindo e confortável por aqui. Seguindo <3

    BLOG: https://obaucultural.blogspot.com/

    ResponderExcluir

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo